Pages

domingo, novembro 03, 2013

DIÁRIO DE UMA PAIXÃO de NICHOLAS SPARKS

Resenha por Evelyn Cordeiro

Lançado em 1996, o livro Diário de Uma Paixão, original The Notebook, tornou-se um clássico romântico que consagrou o autor Nicholas Sparks em referência no gênero. Foi sua primeira obra publicada estreando com chave de ouro, teve adaptação para o cinema no ano de 2004 e é uma das histórias mais comoventes já vistas.

O Livro

Este trabalho de Sparks foi baseado na história dos avós de sua esposa que viveram 60 anos juntos, nos traz a história de Allison Nelson, uma talentosa moça de 15 anos da alta sociedade e controlada pelos pais, e Noah Calhoun, rapaz de 17 anos, humilde, trabalhador e solitário.  Os jovens se conhecem ainda adolescentes durante as férias de Allie no verão de 1932 em New Bern, Carolina do Norte, e vivem uma intensa paixão, regada de passeios românticos e poemas recitados por ele. Noah é morador local e Allie, porém, precisou voltar para sua vida na cidade grande acompanhando seus pais que, por sua vez, não aprovavam o namoro.
Separados pela distância, Noah escreveu-lhes cartas durante um ano, mas a mãe de Allie escondeu todas elas e o rapaz não obteve uma resposta sequer, até decidir parar de escrever. Trabalhou duro por anos em um ferro velho e serviu na guerra, mas mesmo após quatorze anos de separação e envolvimento com outra mulher, jamais conseguira esquecê-la. Já Allison seguiu sua vida social obediente aos pais e aos 29 anos encontrava-se noiva Lon, um interessante e bem sucedido advogado. Contudo, às vésperas de seu casamento, viu uma matéria em um jornal noticiando uma velha mansão que fora comprada em New Bern e restaurada, a foto estampada do novo proprietário era de Noah, seu grande amor, e aquela mansão fez parte do verão em que passaram juntos quatorze anos antes. Foi o suficiente para que Allie seguisse seu coração e viajasse até lá, mesmo sem saber exatamente para quê. Nem preciso detalhar o quando o reencontro dos dois foi emocionante...

A história toda é contada por Noah em sua velhice a uma senhora que tem Alzheimer, ambos moram em uma casa de repouso e ele lê para ela todos os dias esses registros de um diário. Esta senhora é a própria Allie que, para nossa tristeza, não se lembra de Noah e do grande amor que viveram. Conforme ele vai lendo, há raros retornos de memória, momentos rápidos, intensos e surpreendentes, onde vivem por minutos o amor que sentem um pelo outro. Ao ler para ela, é como se Noah tivesse que reconquistá-la a cada dia, uma história triste e linda de um amor que superou o tempo.

O Filme

Na versão do cinema existem partes e um final diferente da história escrita, mas é tão emocionante quanto. Começa com um pouco de humor relacionado à determinação de Noah em conquistar Allie, seguido do romance.

A solidão de Noah durante a separação de sua amada é tocante! Após a guerra, investe suas forças em restaurar a velha mansão que ganhou do pai, diferente do livro onde a conseguiu como resultado do trabalho no ferro velho.  Sem perspectivas nem objetivos de vida, tentou vender a casa algumas vezes, mas sempre encontrava uma desculpa para não consolidar a negociação visto que aquela casa era um sonho antigo dele, inclusive para com Allie.

As coisas começam a mudar quando eles se reencontram, entende finalmente que era ela o que faltava; ele a queria mais que tudo, a queria para sempre.

Por fim, o filme também é lindo! Romântica incorrigível, me desidratei de tanto chorar!

Reflexão

Ao abordar o Mal de Alzheimer em uma história de amor, o autor realmente impressiona. Nos pegamos refletindo sobre a vida... Deve ser muito triste chegar à velhice com essa doença, esquecer as coisas boas que passamos na vida... Noah ficou ao lado de Allie o tempo todo, amando-a com a mesma intensidade da juventude, se esforçando para tornar agradáveis os dias daquela senhora. Ela não reconhece nem os filhos. Fiquei pensando nas pessoas já idosas que viveram sem um grande amor e como deve ser infeliz conviver com essa doença.

Para Comprar

A edição que adquiri do livro é do ano de 2010 e informa mais de 75 milhões de vendas, diferente das capas que rolam na internet ainda com 12 milhões. O livro tem mais detalhes do que o filme, então vale a pena adquirir ambos!

LINKS PARA COMPRA ON LINE DO LIVRO
Saraiva  |  Extra  |  Americanas  |  Ponto Frio  |  Casas Bahia

LINKS PARA COMPRA ON LINE DO DVD

Dos links acima, o que eu tenho experiência em comprar é na Saraiva e no Ponto Frio, entregam rápido. 

Cenas Favoritas

Para mim, três cenas foram as melhores: Quando Noah escala a roda gigante para convencer Allie a sair com ele, a cena do barco seguida do primeiro beijo dos dois na chuva depois de anos de separação e o choro de Noah no asilo, quando sua amada surta em seus braços e perde a memória recuperada por menos de 5 minutos.

Trechos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desta postagem? Comenta, vai!!! ^^